Notícias e Novidades

13 de Maio de 2020

Como aliviar a ansiedade de crianças durante a pandemia?

A pandemia do coronavírus é uma oportunidade para ajudar as crianças a aprender que, quando se sentem preocupadas com as coisas, é importante conversar. É importante dizer a uma criança: se você estiver ansioso, converse com os adultos sobre isso, porque eles geralmente podem ajudá-lo. Além disso, os adultos precisam entender que as crianças podem reagir ao estresse de maneiras diferentes: as crianças podem se comportar mal, tornar-se mais achegadas, parecer mais abaladas ou hiperativas, serem mais exigentes, mal-humoradas ou irritadas.

As crianças nem sempre sabem identificar que seu comportamento mudou, ou o por quê mudou. Elas precisam de adultos para ajudá-los a entender e expressar seus sentimentos de maneira saudável.

Os adultos devem iniciar uma conversa com seus filhos e incentivá-los a compartilhar seus pensamentos e sentimentos. Fale sobre todos os diferentes tipos de sentimentos que uma criança pode estar tendo. Algumas crianças podem se sentir realmente preocupadas se ficarem doentes. Algumas crianças podem ficar felizes em tirar férias da escola, ou outras podem sentir falta dos amigos. A criança deve ser incentivada a compartilhar se tem algum desses sentimentos - ou alguns outros diferentes.

Também é importante que os adultos ajudem as crianças a identificar maneiras de lidar com suas emoções. Algumas ideias incluem: conversar com um adulto de confiança; atividades de respirar fundo; atividades de desenho; escrever uma história sobre como as crianças se sentem.

As crianças costumam usar a distração como uma estratégia de enfrentamento e isso pode ser útil, mas os adultos ainda devem ajudá-los a dedicar um tempo para discutir seus sentimentos sobre o que está acontecendo em sua vida. Crianças mais velhas, jovens e adultos jovens podem se beneficiar de um lembrete sobre como é fácil ser desinformado ou entrar em pânico através da mídia on-line, e eles podem precisar de ajuda para descobrir fontes confiáveis de informação e aprender a gerenciar o uso da tela.

Importante: diga aos seus filhos que os adultos estão trabalhando para mantê-los seguros.

Fonte: Children’s Hospital Los Angeles

Prevenir é a melhor forma de evitar a dengue, zika e chikungunya.

A maior parte dos focos do mosquito está nos domicílios, assim as medidas preventivas envolvem o nosso quintal e também os dos vizinhos.

Dor nas costas: como evitar um dos problemas mais comuns da quarentena

Especialistas revelam as melhores práticas para evitar a condição e indicam exercícios de fortalecimento durante o isolamento social.

Hábitos que fazem mal aos dentes e você não sabia

Saiba o que você deve evitar para ficar com a saúde bucal em dia.

assine nosso
informativo

Agência Interagir