Notícias e Novidades

05 de Julho de 2019

Acne: conheça os tratamentos para casos pontuais ou severos

O tratamento de uma espinha isolada e um quadro severo de acne não deve ser feito da mesma forma, segundo explica o dermatologista membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Academia Americana de Dermatologia, Dr. Jardis Volpe. Isso porque substâncias que secam a pele em demasia, se aplicadas num quadro não tão severo de acne, pode causar efeito rebote. “Se retirarmos em demasia a oleosidade, a acne acaba voltando pior”, explica. O dermatologista explica, a seguir, o que fazer com a acne (dependendo do grau e do tempo de aparecimento da doença):

O que fazer com a espinha que surgiu uma hora antes da festa? Se o paciente tem uma espinha isolada, daquelas internas ou vermelhas, sem a famosa coloração amarelada (nesse caso, chamada de pústulas), para uma emergência pode-se utilizar aplicação de gelo envolto em um tecido ou bolsas pequenas de gelo, por alguns minutos. O gelo é anti-inflamatório e faz desinchar a espinha rapidamente. Logo após, pode-se aplicar um creme com ácido salícilico ou peróxido de benzoíla. 

Depois de um dia, como tratar a acne? Tratar a pele com produtos que contenham partículas esfoliantes, como aqueles com sementes de damasco, que são uniformes e não agridem tanto a pele, são uma boa opção. Logo após, pode-se fazer uso de um tônico adstringente com ativos secativos e bactericidas. Em seguida, recomenda-se a aplicação de um creme cicatrizante, que ajuda a reduzir a inflamação. Também pode-se fazer uso de um secativo com ácido salicílico ou peróxido de benzoíla para dormir.

Qual a recomendação para casos de acne que duram mais do que uma semana? Nesses casos, vale a visita ao dermatologista, principalmente se o quadro se acentuar com surgimento de novas espinhas. Pode-se lavar a pele com sabonetes que contenham ácidos, como o glicólico ou salicílico, por exemplo; tonificar com um produto adstringente, com ativos bactericidas; e usar cremes que tratam a acne, com ativos como Acneol SR (ação seborreguladora, anti-inflamatória e cicatrizante), peróxido de benzoíla e ácido salicílico. Mas, por se tratarem de ácidos, vale a pena a recomendação de um dermatologista. 

Qual o risco de estourar a espinha? Principalmente depois de uma semana, cabe um alerta importante às pessoas que querem se ver livres da espinha e decidem “estourá-la”: “Não é indicado espremer, pois piora a inflamação, aumentando o avermelhamento e dificultando a cicatrização, fazendo com que manchas e cicatrizes surjam. Para aquela espinha em que se vê um pontinho amarelo, uma dica é fazer uma compressa com gaze e chá verde morno na lesão por alguns minutos, três vezes ao dia, para facilitar com que a própria espinha drene naturalmente mais rápido. 

Quais os tratamentos para graus severos de acne? Casos mais severos, com acometimento importante e múltiplas lesões persistentes, é necessário o uso de medicamentos via oral com antibióticos, corticoides e anti-inflamatórios, para controlar a infecção e inflamação, receitados por dermatologista.

Fonte: Guia da Farmácia

Lavar as mãos e limpar a casa: quando de fato é importante?

Não é preciso fazer faxina todos os dias nem exagerar nos produtos de limpeza.

Tomar leite fortalece os ossos?

Por gerações, ouvimos que o consumo de leite ajuda a deixar os ossos fortes. Mas será que a ciência sustenta essa teoria?

Critérios para doação de sangue são rígidos

Entenda os motivos.

assine nosso
informativo

Agência Interagir