Notícias e Novidades

11 de Fevereiro de 2019

Fones de ouvido: 1 bilhão de jovens estão com a audição ameaçada, diz OMS

Mais de 1 bilhão de jovens no mundo correm risco de desenvolver problemas auditivos devido à exposição prolongada e excessiva a sons em volume alto, principalmente por meio de fones de ouvido. O alerta da Organização Mundial da Saúde (OMS) ainda estima que o risco atinge 50% da população entre 12 e 35 anos de idade. De acordo com a entidade, cerca de 466 milhões de pessoas no mundo já têm a audição prejudicada – número que deve aumentar para 900 milhões até 2050.

Para melhorar esse cenário, a organização vai lançar novos padrões para a produção de produtos tecnológicos que, segundo a entidade, estão contribuindo para a atual situação.

A solução - Segundo a Reuters, o projeto, que colocou lado à lado a OMS e a União Internacional de Telecomunicações (UIT), solicita aos fabricantes que, ao produzir smartphones e outros aparelhos de áudio, seja inserido algum tipo de software capaz de permitir o controle de volume, reduzindo automaticamente o nível quando os limites recomendados forem ultrapassados. Ainda é sugerido a instalação de algum recurso, como aplicativos, que possibilite o controle parental do volume.

“Hoje, não temos exatamente como saber se estamos ouvindo música em volume adequado ou não. É como dirigir um carro em uma estrada sem os ponteiros de velocidade no carro. O que estamos recomendando é construir um ponteiro de velocidade para esse som”, disse Chadha. De acordo com ele, o objetivo principal é capacitar o usuário para fazer a escolha correta ou estar ciente de que corre o risco de desenvolver perda auditiva.

A OMS ressalta que os padrões devem ser estabelecidos pelos governos, assim será possível exigir que os produtos sigam as recomendações. “Não podemos simplesmente permitir que crianças sofram com isso ao escutar música. Eles precisam entender que, uma vez perdida a audição, ela não retorna”, salientou Tedros Ghebreyesus, diretor executivo da OMS.

Nível recomendado - Segundo a OMS, quanto mais alto o volume, menor é o tempo que a pessoa pode utilizar os fones de ouvido com segurança. Ao diminuir o volume, é possível continuar fazendo uso do dispositivo sem prejudicar a audição. Se o nível de som ficar abaixo dos 80 decibéis, é possível ouvir música em segurança por até 40 horas por semana. No caso de crianças, o índice cai para 75 decibéis. O volume ideal para os fones de ouvido é menos de 60% da capacidade máxima de áudio. 

A OMS também está analisando os níveis de volume em outros ambientes, como boates e arenas esportivas; caso necessário, a entidade deve desenvolver estrutura regulatória semelhante que possa ser aplicado a diferentes locais, como restaurantes, bares, shows e até mesmo aulas de dança, como zumba, que geralmente têm níveis muito altos de som sendo tocados por longos períodos.

Fonte: veja.abril.com.br/saude

7 socorros emergenciais em caso de acidentes

Queimaduras, intoxicações e engasgos, por exemplo, são acidentes que exigem socorros emergenciais.

Hábitos diários de combate ao estresse

Inserir na rotina hábitos saudáveis para combater o estresse ajudam a reduzir os riscos de ter doenças graves como a depressão, por exemplo.

Você tem bruxismo?

Saiba quais causas e como preveni-las.

assine nosso
informativo

Agência Interagir