Notícias e Novidades

20 de Agosto de 2018

Benefícios do consumo de uvas

As uvas contêm muitas vitaminas e minerais importantes, incluindo mais de um quarto das DRIs para as vitaminas C e K. As uvas são ricas em antioxidantes, compostos vegetais benéficos que podem proteger contra condições crônicas de saúde, como diabetes, câncer e doenças cardíacas. As uvas contêm muitos compostos vegetais benéficos, como o resveratrol, que podem proteger contra vários tipos de câncer, incluindo câncer de cólon e câncer de mama. Compostos em uvas e vinho tinto podem proteger contra doenças cardíacas. As uvas podem ajudar a baixar a pressão arterial e o colesterol.

Embora as uvas tenham alto teor de açúcar, elas têm um baixo índice glicêmico. Além disso, os compostos presentes nas uvas podem proteger contra o açúcar elevado no sangue. As uvas contêm vários compostos, como o resveratrol, a luteína e a zeaxantina, que podem proteger contra doenças oculares comuns, incluindo degeneração macular relacionada à idade, catarata e glaucoma. As uvas contêm compostos que podem melhorar a memória, a atenção e o humor e podem proteger contra a doença de Alzheimer, embora sejam necessárias mais pesquisas baseadas em humanos para confirmar alguns desses benefícios.

Elas contêm muitos nutrientes importantes para a saúde dos ossos, incluindo cálcio, magnésio, fósforo e vitamina K. Estudos em ratos mostraram que as uvas podem ter efeitos protetores sobre os ossos, mas estudos humanos são necessários para confirmar esses benefícios. Elas fornecem vários compostos que demonstraram efeitos benéficos contra certas bactérias, vírus e infecções fúngicas. O resveratrol em uvas demonstrou ativar genes associados a um envelhecimento mais lento e maior tempo de vida. As uvas contêm compostos que podem ter efeitos anti-inflamatórios, que podem proteger contra certas doenças cardíacas e intestinais.

Fonte: www.terra.com.br/vidaeestilo

Mitos e verdades sobre a fotoproteção

80% dos brasileiros não sabem a quantidade ideal de uso do protetor.

Miopia: 3 conselhos para combatê-la e ter uma visão melhor

A Organização Mundial de Saúde estima que até 2050, 52% da população mundial sofrerá com esta condição, que nos casos mais extremos pode causar cegueira. Mas será que há soluções para isso?

Ministério da Saúde faz alerta para vacinação em período de férias

Uma das doenças de maior risco de transmissão no verão é a febre amarela, com registro em áreas com grande contingente populacional desde 2017.

assine nosso
informativo

Agência Interagir