Notícias e Novidades

01 de Março de 2018

Aprender Novo Idioma Faz Bem à Saúde Mental

Pesquisas realizadas por cientistas de várias partes do mundo comprovaram que ser multilíngue tem benefícios significativos sobre a saúde mental. O processo de aprendizagem de uma língua não natal, unido ao descobrimento de uma nova cultura, é estimulante, envolvente, desafiante, enriquecedor e gratificante.

Diferentes idiomas são armazenados em diferentes áreas do cérebro, ao conciliá-los no método de aprendizado, podem ser criadas ligações antes inexistentes ou inoperantes, essenciais para uma mente lúcida por mais tempo.

Em outras palavras, os bilíngues exercitam mais o seu cérebro, enquanto os monolíngues não estão tirando total proveito da região dedicada à linguagem e do processamento cognitivo que a natureza tem potencialmente disponível.

Uma pesquisa realizada em Tel Aviv, iniciada em 1989 com pessoas de idades entre 75 e 95 anos, revelou que quanto mais línguas uma pessoa falava, melhor era seu estado cognitivo. Um estudo canadense indicou uma diferença de 4 anos a menos no estágio de progressão de demência em bilíngues comparados a monolíngues. Concluiu-se que, apesar do cérebro físico ter sido destruído pela doença, a função cognitiva das pessoas bilíngues foi significativamente melhor preservada do que a dos monolíngues.

Aprender novas habilidades pode manter a demência e a doença de Alzheimer afastadas. Estudiosos afirmam que as escolhas de estilo de vida também são importantes para manter a mente afiada, além de exercícios regulares e alimentação saudável. A interação social e a aprendizagem constante são tão importantes quanto comer direito e fazer exercícios, para garantir um cérebro saudável e produtivo à medida que se envelhece.

Bilíngues também são considerados melhores em multitarefas do que os monolíngues. O malabarismo necessário entre suas línguas ajuda o bilíngue a ignorar informações irrelevantes e a priorizar as tarefas importantes.

Em qualquer idade, aprender uma nova língua é uma forma maravilhosamente rica e interessante de se manter o cérebro em forma e saudável. 

Ações que estimulam a atividade mental equilibrada, assim como uma boa circulação sanguínea, contribuem fortemente para que o cérebro funcione adequadamente. Outro interessante fator se dá ao processo de se dedicar em uma aprendizagem. A atenção e humildade do estudante dedicado, necessárias para se conhecer uma nova cultura, abrem um mundo de possibilidades talvez nem imaginadas anteriormente. Estas características ampliam o horizonte e dão a oportunidade ideal para um posterior conhecimento mais significativo e prático.

 Fonte: http://www.lincolnidiomas.com.br

Conheça os riscos das crianças que bebem refrigerante

Bebida não é indicada durante a infância.

Brasil assume meta para redução de açúcar

País será um dos primeiros do mundo a fazer acordo com a indústria.

Por que crianças precisam cochilar?

O sono ajuda a preservar e a controlar as emoções do dia não só em crianças como em adultos, mostram pesquisas.

assine nosso
informativo

Agência Interagir