Notícias e Novidades

22 de Julho de 2015

14 Dicas para Parar de Fumar

1. Beba água gelada: Não se sabe bem ao certo o porque, mas beber água gelada ajuda a segurar a onda naqueles momentos em que a vontade de fumar bate à porta.

2. Mais refeições, menos comida: Pessoas que fumam tendem a ser ansiosas, e não raro descontam a ausência do cigarro em outro “vício”: a comida. O ideal é fazer seis refeições ao longo do dia: café da manhã, lanche da manhã, almoço, lanche da tarde, jantar e ceia.

3. Evite doces e frituras: Faça as contas: maior vontade de comer somado a comidas do tipo “gordas” resultam, ao final, em ganho de peso. Assim, o ideal é deixar de lado alimentos com alto valor calórico para não assistir ao ponteiro da balança subir.

4. Escove os dentes mais vezes ao dia: O gosto da comida na boca, logo após cada refeição, é considerado um dos gatilhos que fazem muita gente querer sair para fora para fumar um cigarro. Sendo assim, é indicado escovar os dentes tão logo se levantar da mesa.

5. Lembre-se dos motivos que o fizeram desistir: Nenhuma alternativa dará certo se a pessoa realmente não quiser parar.

6. Fuja do estresse: Para parar de fumar, é necessário repensar a rotina de trabalho e as relações com as pessoas ao seu redor. O estresse é um dos responsáveis por desencadear crises de ansiedade e, consequentemente, vontade de buscar alívio no cigarro.

7. Evite a cafeína: O sabor do café acaba sendo tradicionalmente associado ao cigarro após o almoço ou jantar. Em outras palavras, um hábito acaba levando a outro.

8. Não frequente lugares com fumantes: Alguns pacientes gostam de frequentar locais com fumantes para testar seu poder de resistência. Assim, o ideal é fugir dos ambientes perigosos pelo menos no início dessa tentativa.

9. Ponha outra coisa em sua boca: O princípio aqui é o mesmo da água gelada. Como o cigarro também está ligado ao prazer oral, o hábito de manter o cigarro na boca pode ser driblado com balas e chicletes sem açúcar, por exemplo.

10. Vale repor a nicotina: Recomenda-se o uso de balas, pastilhas ou adesivos para evitar crises de abstinência durante a terapia antifumo.

11. Pratique atividades físicas: “O cigarro está associado a um momento de prazer. Podemos tentar mudar esse momento com outras atividades prazerosas.

12. Recompense-se: A recompensa é um incentivo a mais para quem deseja parar de fumar. Tanto que vale a pena reservar o dinheiro que seria gasto com os maços em uma caixinha e, ao final da semana, comprar algum item especial para você com o montante acumulado.

13. Seja paciente com você: Recaída não é igual a fracasso. Afinal, o cigarro está associado a hábitos culturais e leva consigo inúmeras substâncias que causam dependência.

14. Evite bebidas alcoólicas: Aquela cervejinha no happy hour está constantemente associada a petiscos, bate-papo e, infelizmente, cigarro. “É o clássico de hábito fumar quando se está bebendo. Por isso, o ideal é que o paciente procure não ingerir bebidas alcóolicas no início do tratamento.

 

Fonte: Revista Viva Saúde

Como os exercícios podem ajudar a manter o foco no trabalho

Acordar mais cedo para treinar muitas vezes aparace impossível de acontecer, né? Mas acredite, vale a pena, pois, além de ser bom para a sua saúde, também a ajuda a manter o foco no trabalho.

Quando ficar nas redes sociais se torna excessivo? Faz mal?

Fique atento!

Nutricionista: quando procurar pelo profissional?

Saiba qual é a importância de conhecer a alimentação saudável para não cair em ‘pegadinhas’ da indústria de alimentos.

assine nosso
informativo

Agência Interagir