Notícias e Novidades

20 de Fevereiro de 2015

Infecção Urinária: O que devemos saber?

A infecção urinária, conhecida também como cistite, é uma infecção bacteriana muito comum, principalmente nas gestantes e nas mulheres jovens. O maior risco de uma cistite sem tratamento adequado é tornar-se uma infecção mais séria, principalmente nas gestantes, podendo levar ao aborto e ao parto prematuro.

Por que as gestantes têm mais infecções? Primeiro, os fluidos corpóreos ficam com mais glicose (as gestantes têm uma tendência maior até ao diabetes), o que propicia mais chances de proliferação de bactérias (a glicose é uma ótima “comidinha”, meio de crescimento). Segundo, além da dilatação natural que ocorre nas vias urinárias durante a gestação, o útero comprime o ureter (canal que leva a urina dos rins a bexiga) e a própria bexiga, deixando a urina mais parada lá (urina parada + glicose = bactérias). Terceiro, a imunidade natural da gestante é mais baixa.

Os sintomas de cistite podem ser:

– Urina turva ou com cheiro ruim

– Dor ou ardor ao urinar

– Pressão ou cólica no baixo abdome

– Necessidade de urinar com frequência, mesmo logo depois de esvaziar a bexiga

– Febre baixa (nem todas têm febre)

Prevenção: 5 dicas importantes!

1) Beba bastante líquido (uns 2 litros por dia, até a urina ficar clarinha). A água ajuda a “lavar” a bexiga

2) Urine depois da atividade sexual (porque o atrito e as bactérias envolvidas na relação podem contaminar a região pélvica da mulher)

3) Preste atenção na cor da sua urina e não segure (urinar sempre que tiver vontade)

4) Mantenha limpa a região genital

5) Sangue na urina é sinal de alerta

Para finalizar, não fique preocupada se identificou algum destes sintomas. Uma infecção urinária é incômoda, mas o tratamento é bem-sucedido; e os sintomas de uma cistite desaparecem logo após o início do tratamento. Na suspeita ou dúvida de cistite, procure o seu médico.

Se você é gestante, faça o seu pré-natal regularmente.

Fonte: buscasaude.com.br

Como os exercícios podem ajudar a manter o foco no trabalho

Acordar mais cedo para treinar muitas vezes aparace impossível de acontecer, né? Mas acredite, vale a pena, pois, além de ser bom para a sua saúde, também a ajuda a manter o foco no trabalho.

Quando ficar nas redes sociais se torna excessivo? Faz mal?

Fique atento!

Nutricionista: quando procurar pelo profissional?

Saiba qual é a importância de conhecer a alimentação saudável para não cair em ‘pegadinhas’ da indústria de alimentos.

assine nosso
informativo

Agência Interagir